Terça-feira, 13 de Março de 2007

Música

A música é algo vital para a minha sobrevivência, é o remédio para todos os meus problemas.
Ela faz-me esquecer todos eles, um por um, encoraja-me e penetra-me no sistema nervoso e percorre-me as veias deliciando-me.
Mas não é qualquer uma que me consegue correr as veias, normalmente são aquelas que me identifico, aquelas que falam comigo, que me levantam ou descem-me o estado de espírito.
Não é o estado de espírito que me caracteriza, é um conjunto deles, que vão favorecendo dia após dia o meu ser.
As letras que soam na mente são uma marca de que ela as ouve, consente-as e transforma-as em mensagem psicológica.
Não me interessa propriamente o que fui, ou em que me estou a tornar, interessa-me neste momento passar todas as dúvidas e todos os problemas que me atormentam, mas o que realmente queria era evitar o inevitável – inventar problemas.
Gostava de fazer uma grande viagem pelo tempo, e pensar, ver-me daqui por uns 10 anos ou mais, gostava de dar uma pausa à minha vida, uma pausa igual à que os escritores fazem nos contos para darem espaço às descrições e divagações. Não me importava nada de ser um livro, feita de capítulos, descrição e experiencias. Não me importava de ser uma música, pronta a ajudar alguém, pronta a ser o vício de alguém!
Quem me conhece sabe que mais depressa precisaria de música do que propriamente de sangue, talvez o meu sangue viva em função da música…
Viver com mais facilidade, significa a ajuda da música, e quem a venera sabe disso perfeitamente.
Ela é uma arte, uma droga, um vício, uma cura, uma forma de expressão!
publicado por Afonsinetes às 15:09
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Maria Papoila a 13 de Março de 2007 às 17:52
Amiga, como te entendo!
Essa vontade de ser livro em pausa... A música é alimento para a alma.
Beijos
De alexiaa a 13 de Março de 2007 às 21:09
Ai...não ha nada como um Tony Carreira para fazer correr o sangue nas veias:)))).
Olha...ha aqui uma frase que me esta a martelar..."pronta a ser vicio de alguem..", olha que isso parece bom mas é bué de mau:)))).
Pronto...já fui estupida q.b:)

Beijo
De TiBéu ( Isa) a 13 de Março de 2007 às 23:23
Nós somos feitas de capitolos, não achas? Só não temos letras, mas ai inventamos e colocamos as fotos hehe.
Vamos guardar os blogs e daqui por 10 anos voltamos para ver como é hehe.
Sabes que estou a brincar.
Sei pela tua maneira de ser que tudo o que dizes aqui é verdade.
Mas .... ficamos com a vontade. bj de amizade
De Sr. Dr. Ricky a 18 de Março de 2007 às 21:18
Ai rapariga como bem te compreendo eu! Em quase tudo o que disseste. Antes demais, deixa-me concordar com a alexiaa....ser o vício de alguém não é nada nada bom.
Mas a música e a vida confundem-se, não se consegue distinguir de quando uma começa e a outra acaba, porque são o mesmo. É a melhor obra de arte do ser humano, pois leva-nos em viagem pelos sentimentos, transmite mensagens e começa revoluções!
A música é poder também, através da música movimentas multidões, mudas formas de pensar e moldas mentes e opiniões!
A música é contraditória, é controversa, é censurada, é escassa (principalmente a boa), é unificante, é tonificante, é excitante, é hard, é punk, é romântica, é pimba, é techno, é reggae, é fado, é rock! Desde a mais elaborada sinfonia, até ao batuque num djambé, a música é versátil e completa!
Isto tudo dito por alguém que compreende ambos os lados da música: quem ouve e quem cria! Não crio nada demais, mas só as minhas "brincadeiras" na minha fiel amante (viola clássica e dantes uma guitarra eléctrica) elevam-me o espirito e a mente, levam-me a sítios únicos, nos quasis nunca ninguém esteve e onde nunca mais irei, porque cada vez que dedilho é para um local diferente que vou!

Perdoa-me o testamento, mas a música empolga-me!

Beijocas =) **
De Secreta a 19 de Março de 2007 às 10:52
A música , uma parte muito importante de "nós" :)
Beijito.
De mímica a 20 de Março de 2007 às 15:53
Identifiquei-me bastante com o post que escreveste. Eu sou viciada em música, não consigo estar muito tempo sem ouvir música. Acordo de manhã cedo só para a ouvir e deito-me ao som da música.
E é verdade, há músicas que nos transmitem mensagens, ajudam-nos, limpam-nos a alma, acarinham-nos, beijam-nos a alma.
Uma das músicas que eu ouço e que me fazem chorar é: Exceptional da Jojo, lindíssima e com uma letra ainda mais linda!

Comentar post

=
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

=

=

=< Consider me a satelite fo...

=< Libera-me

=< Hoje...

=< Complicações derivadas da...

=< Plenitude

=< Purgatório de passagem

=< A minha estrela

=< "Qualquer coisa, porque à...

=< Momentos, tempo e outras ...

=< "Duas Cabeças Pensam Melh...

=

=< Maio 2008

=< Fevereiro 2008

=< Janeiro 2008

=< Novembro 2007

=< Outubro 2007

=< Setembro 2007

=< Agosto 2007

=< Julho 2007

=< Junho 2007

=< Maio 2007

=< Abril 2007

=< Março 2007

=< Fevereiro 2007

=< Janeiro 2007

=< Dezembro 2006

=< Outubro 2006

=< Setembro 2006

=< Agosto 2006

=< Julho 2006

=< Junho 2006

=

=< todas as tags

=

=

=< participe neste blog

Visitas:

blogs SAPO

=