Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007

Momentos, tempo e outras coisas que tais

 

Conhecem aqueles momentos críticos que surgem por razões diversas em que pensamos na essência da nossa existência?! Momentos cheios de perguntas e feitos delas, recheados de dúvidas, preocupações e até momentos em que nos apercebemos que padecemos de um problema bem grave, a falta de fortuna, conhecem?!
Há situações em que nos sentimos vaidosos, necessários neste mundo robusto e farto, sentimo-nos únicos no meio de tanto invulgar vulgar, como se todos os amanhãs tivessem de fazer sentido nesta vida cíclica…são momentos gloriosos, dos quais toda a vida poderia ser feita…
Também os há, aqueles que são tudo menos bons momentos, por mais parado que tenha sido o dia, a nossa mente consegue sempre captar algo melancólico para acabarmos o dia de forma dramática. Ontem tive um desses. Dei por mim a pensar no que não tinha sido vivido como se estivesse nos minutos anteriores à minha morte…A pensar no que não tinha aproveitado com a minha prima, no que poderíamos ter vivido já nestes meses, na imensidão de coisas importantes para lhe contar, como por exemplo, a amizade bestial que fiz com ele, sim…era mesmo isso, queria contar-lhe o quão feliz estou por tê-lo encontrado, ele completa-me de uma forma como ninguém me completou até hoje…estou mesmo feliz. Entristece-me saber que não lhe posso contar todo este meu êxtase como nos velhos tempos…
Cheguei à conclusão que não é a morte que nos assusta mas sim o medo do que ficou por viver acabar ali em vão. (e não é a mesma coisa?!) É curioso que em minutos como aqueles, pensamos sempre que tínhamos toneladas de coisas por viver e fazer…
Estava, então, nesse estado crítico, quando liguei o televisor e fiquei a ver um filme, era um filme romântico, daquelas histórias que só acontecem mesmo nos filmes sabem?! Dois seres de uma beleza invejável, corpos lindíssimos, muito romântico mesmo…enfim!
Estava cansada, esgotada, não é que tivesse tido um dia difícil, é pelo simples facto de estar rodeada pelos meus pais e ser simplesmente ignorada. Pelo simples facto de fingirem que não se passa nada e que a família continua normal. Nos únicos momentos em que não sou ignorada, estou a ser julgada de forma rude e cruel, como se fosse um objecto, até desconfio que são melhor tratados.
Já deitada, pensava nisto tudo, em simultâneo com o filme.
Estou a pagar um preço muito alto pela felicidade da minha tia, e não só…ando a pagar muitas contas, infelizmente. Mas não quero voltar a pensar nisto.
Outra coisa que me irrita profundamente é a falta de privacidade. Odeio o simples facto de estar sempre a esconder janelas de conversação do msn e de outras coisas do género. Se eu disser que me irrita, é pouco, simplesmente não aguento mais isto…
Só para terem a ideia do quanto é mau para mim, imaginem que não podem telefonar à única pessoa que vos dá ansiedade do amanhã?! Imaginem que têm de ocultar a existência dessa pessoa àquelas que vêm todos os dias, que moram convosco, não se sentiriam sozinhos?!
Depois desta revolta e fúria terem dado a mão e feito pensamentos infinitos, dei por mim a imaginar um dia novo com a minha prima, o que lhe diria, o que faríamos…enfim, acho que nunca estive tão débil mental como agora.
Acabei essa ilusão com a frase dele “tens de preencher esse vazio e andar para a frente”, sosseguei-me, respirei fundo e acalmei-me…de repente pus-me a pensar no efeito que ele tinha em mim…acabei com ansiedade, fúria…pois apetece-me já ultrapassar a dimensão do computador e ir ter com ele. Mas não, não dá, estou presa!
sinto-me: completamente frustrada
música: Lithium -Nirvana
publicado por Afonsinetes às 18:06
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Carolina a 15 de Setembro de 2007 às 17:43
Isso é a vida, feita de sentimentos... Sentimentos que vivevemos, crescemos e aprendemos!

A vida é assim e nunca o vai deixar de ser! cada momento tem um sentimento... de alegria, de tristeza, ansiedade, frustraçao, esperança... enfim, sao tantos e muitos inexplicaveis! neste momento so tu sabes o que sentes e so eu sei o que eu sinto (DOR, pois estou com colicas xDD)
Mas o mais importante da vida e o olhar para o lado e ver que ha mais alguem para poder partilhar esses sentimentos!
Vive-os intenssamente! quer a tristeza, quer a felicidade, quer a euforia quer a desilusao! vive-os e sente-os! Eu vou ser uma das que vai estar sempre ao lado :)

Simplesmente A-M-E-I o texto! tem tanto sentimento envolvido... amor, saudade, furia, raiva... as tuas palavras mexem!

'LL
De Ricky a 15 de Setembro de 2007 às 21:33
Mas não desesperes pela impossibilidade de fazer esse telefonema! =) os telemóveis não vão a lado nenhum, e eu tenho o meu quase sempre ligado ! =)) *

Adorei o texto! Eu disse-te que se deitasses o que te inibia abaixo podias levar isto muito mais longe! =) Isto que tá aqui são as tuas palavras! Essas ninguém tas tira, essas são sempre únicas e originais! =) * Beijoca!! =D
De mímica a 16 de Setembro de 2007 às 16:27
Olá amiga do meu coração! Eu sei o que estás a sentir, porque estou a par da situação. Mas já sabes que se precisares de mim, eu estou sempre aqui <3. Eu sei que não posso fazer muita coisa por ti (isso irrita-me) mas sabes que podes contar comigo para desabafares e rires um bocado com as minhas piadas mal-amanhadas. xD Sem dúvida, este texto é um dos mais sentidos e um dos mais explícitos, entendi tudo o que disseste.
P.S. Já te mandei alguns mails e já tenho informações sobre o dachshund no meu blog http://osnossosbichinhos.blogs.sapo.pt só para ti. Para a semana vou por informações sobre o cão labrador.
De sá morais a 18 de Setembro de 2007 às 18:36
Olá amiga!

Já cá não vinha à algum tempo e por isso peço desculpa, mas o tempo e o trabalho dão cabo de mim... :)
Os teus posts estão cada vez melhores. Há por aí muito sentimento... ;)

Tudo de bom!

jinho!
De afonsinas a 10 de Dezembro de 2007 às 16:58
ola de novo! ja o disso e volta a dize lo ! nao te digo de me eskecer mas passar ao lado nao chores acho ke es um bocadinho intelligente para o aguentares so te digo uma coisa forca e aguenta pk num abrir e fechar de olhos ja estou perto de ti ao teu lado para o fim das nossas vidas! adoro te kiss love

Comentar post

=
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

=

=

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

=

=< Consider me a satelite fo...

=< Libera-me

=< Hoje...

=< Complicações derivadas da...

=< Plenitude

=< Purgatório de passagem

=< A minha estrela

=< "Qualquer coisa, porque à...

=< Momentos, tempo e outras ...

=< "Duas Cabeças Pensam Melh...

=

=< Maio 2008

=< Fevereiro 2008

=< Janeiro 2008

=< Novembro 2007

=< Outubro 2007

=< Setembro 2007

=< Agosto 2007

=< Julho 2007

=< Junho 2007

=< Maio 2007

=< Abril 2007

=< Março 2007

=< Fevereiro 2007

=< Janeiro 2007

=< Dezembro 2006

=< Outubro 2006

=< Setembro 2006

=< Agosto 2006

=< Julho 2006

=< Junho 2006

=

=< todas as tags

=

=

=< participe neste blog

Visitas:

blogs SAPO

=