Sábado, 11 de Agosto de 2007

O alquimista-Paulo Coelho

" (...) Ele sentou-se na calçada da loja e tirou um livro do alforge.

      -Não sabia que os pastores eram capazes de ler livros-disse uma voz feminina a seu lado.

      Era uma rapariga típica da região de Andaluzia, com os cabelos negros e escorridos, e os olhos que lembravam vagamente os antigos conquistadores mouros.

      -É porque as ovelhas ensinam mais do que os livros-respondeu o rapaz. Ficaram a conversar durante mais de duas horas. Ela contou-lhe que era filha do comerciante, e falou da vida na aldeia, onde cada dia era igual a outro. O pastor falou de Andaluzia, das últimas novidades que viu nas cidades que visitara. Estava contente de não precisar de conversar sempre com as ovelhas.

      -Como aprendeste a ler?-perguntoua  rapariga a certa altura.

      -Como todas as outras pessoas-respondeu o rapaz.-Na escola.

      -E, se sabes ler, então por que és apenas um pastor?

      O rapaz deu uma desculpa qualquer para não responder àquela pergunta. Tinha a certeza de que a rapariga jamais entenderia. Continuou a contar as suas histórias de viagem, e os pequenos olhos mouros abriam-se e fechavam-se de espanto e surpresa. Á medida que o tempo foi passando, o rapaz começou a desejar que aquele dia não acabasse nunca, que o pai da jovem ficasse ocupado por muito tempo e o mandasse esperar durante três dias. Percebeu que estava a sentir uma coisa que nunca tinha sentido antes: vontade de ficar a morar numa única cidade para sempre. Com a menina dos cabelos negros, os dias nunca seriam iguais.

      Mas o comerciante finalmente chegou e mandou que ele tosquiasse quatro ovelhas. Depois, pagou-lhe o que era devido, e pediu-lhe que voltasse no ano seguinte.

      Agora faltavam apenas quatro dias para chegar de novo à mesma cidade. Estava excitado e ao mesmo tempo inseguro: talvez a menina já o tivesse esquecido. Por ali passavam muitos pastores para vender lã.

      -Não tem importância-disse o rapaz para as suas ovelhas. - Eu também conheço outras meninas noutras cidades.

      Mas no fundo do seu coração, ele sabia que tinha importância. E que tanto os pastores, como os marinheiros, como os caixeiros-viajantes, sempre conheciam uma cidade onde havia alguém capaz de fazer com que esquecessem a alegria de viajar livremente pelo mundo." -O alquimista, Paulo Coelho

"Mas no fundo do seu coração, ele sabia que tinha importância."

O que quer que seja que sinto por ti, sei que tem importância...

publicado por Afonsinetes às 21:45
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Princesa a 13 de Agosto de 2007 às 14:08
Afonsinetes,

É claro que no fundo tudo tem a sua importância.
Cabe a cada um de nós dar a devida atenção (ou não) a cada momento do nosso dia, a cada sentimento que atravessa nosso coração!

Li e reli o Alquimista, voltarei a ler provavelmente.
Um livro incontornável que faz bem à Alma, e nos reconcilia com nós próprios!

Obrigada por este trecho,
Felicidade no teu caminho!

Princesa
De Ana S a 15 de Agosto de 2007 às 22:31
Tudo tem importancia se é sentido do fundo do coração!
Beijos
De patrícia a 5 de Março de 2008 às 21:03
olá! gostaria de participar no concurso mas nao sei mto bem como se faz. bem, tenho um blog :http://patelandfriends.blog-br.com/ onde tenho apenas 2 textos que escrevi.. nao sei se basta isto mas de qualquer forma, vale a pena tentar.

Comentar post

=
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

=

=

=< Consider me a satelite fo...

=< Libera-me

=< Hoje...

=< Complicações derivadas da...

=< Plenitude

=< Purgatório de passagem

=< A minha estrela

=< "Qualquer coisa, porque à...

=< Momentos, tempo e outras ...

=< "Duas Cabeças Pensam Melh...

=

=< Maio 2008

=< Fevereiro 2008

=< Janeiro 2008

=< Novembro 2007

=< Outubro 2007

=< Setembro 2007

=< Agosto 2007

=< Julho 2007

=< Junho 2007

=< Maio 2007

=< Abril 2007

=< Março 2007

=< Fevereiro 2007

=< Janeiro 2007

=< Dezembro 2006

=< Outubro 2006

=< Setembro 2006

=< Agosto 2006

=< Julho 2006

=< Junho 2006

=

=< todas as tags

=

=

=< participe neste blog

Visitas:

blogs SAPO

=