Sexta-feira, 6 de Abril de 2007

Qualquer coisa parecida a um auto-retrato

Auto-retrato
Escolhi certamente a coisa mais difícil para escrever, é possível que eu não saiba descrever uma pessoa que me persegue desde que me tornei num embrião? É um absurdo, sinceramente nunca consegui perceber este dilema, é que não tem a menor lógica!
Muitas vezes penso que para me descrever, tinha de criar uma folha para cada pessoa que me conhece, porque cada uma conhece-se de uma maneira diferente. Eu não digo palavras iguais a todos, nem tenho os mesmos afectos com todos, mas a imagem que um por um criou de mim fariam ao que eu chamo um auto-retrato.
As fases da vida nunca foram iguais, a mentalidade também está em constante evolução, e estes dois factores interferem fortemente nas palavras e nos relacionamentos e até mesmo nas pessoas que queremos relacionar.
De uma maneira geral, esta folha dedicar-se-á justamente e apenas a este momento em que escrevo. Daquilo que tenho certeza, é que mais tarde acharei este texto ridículo, como me sempre acontece, mas se algum dia eu não tivesse a experiência dele nunca poderia ter evoluído nos aspectos que achei ridículos…
Se me pedissem um sinal de pontuação para me representar, não escolheria reticências nem mesmo uma vírgula, nem um ponto final, seria um ponto de interrogação, comprido e esguio, com um ponto por baixo da parte que acabei de descrever e que me persegue nesta fase horrenda por que passo. Isto porque o meu dia-a-dia é feito de perguntas, dizem que só aquela fase muito conhecida das crianças é uma de perguntas, mas enganam-se!
Se eu nunca tivesse descoberto este novo mundo, nunca teria curiosidade em percebê-lo e senti-lo, estas são as palavras de quem percebe e de quem me respondeu…
Mas o problema situa-se aí mesmo, eu já tinha descoberto este mundo há muito, mas via a minha hora longe e sem pressa, sem preocupação…
Agora cada dia que passa, sinto uma pressão vinda de não sei onde, estão a ver mais uma questão…
Tudo é novo e confuso, isso já sabia, mas se isto é tão bom como dizem não deveria fazer-me saudades do passado certo? Não me fazia olhar sempre para o relógio com uma periodicidade certa e regular…
 ****************************************
Escrevi este texto há alguns dias, estava destinado a ser um auto-retrato, nas primeiras linhas ainda respeitei mas depois encaminhei-o para outro tipo de texto, não quis alterar o título pois teria de apagar ou modificar parágrafos...
publicado por Afonsinetes às 12:08
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Sr. Dr. Ricky a 6 de Abril de 2007 às 21:45
Eu acho que continuou a ser um auto-retrato...

Já não sei quem uma vez disse: "As tuas perguntas dirão mais de ti do que as minhas respostas alguma vez dirão sobre mim" e isso é muito verdade!

É normal que te sintas curiosa, que te perguntes sobre tudo o que te rodeia, que te questiones sobre ti mesma e sobre coisas tão simples que as pensavas inquestionáveis, mas só assim é que chegarás a respostas e depois quando tiveres as respostas, só assim alcançarás uma paz, uma estabilidade.
E ainda para mais, o que mais interessam não são as respostas...porque é mais importante a pergunta, é mais importante sabermos colocar a pergunta certa, e aí a resposta virá imediata e clara.

=) tem calma, vive a vida sem stresses, esse é dos melhores conselhos que já recebi =P

Beijocas =) **
De pdivulg a 9 de Abril de 2007 às 09:10
Nós somos uma mutação constante daí ser difícil descrever-nos, daí também ser até bastante difícil conhecermo-nos, porque somos um constante conjunto de factores de acção/ reacção perante o meio onde estamos....
P.S. De facto não me estou a "safar" na música mas tenho de ver com mais calma... e tem sido complicado... este tempo que nos foge...
De guiga a 9 de Abril de 2007 às 10:29
MAs que novo mundo é esse? Porquê tantas dúvidas e tantas perguntas?

Espero que tenhas tido uma Santa Páscoa.

Bom início de semana!*.*
De mímica a 9 de Abril de 2007 às 14:42
É muito importante colocar-mos estas questões a nós mesmos, pois só assim poderás conhecer-te melhor. E pronto, n preciso de dizer mais nada, pois nos comentários acima já disseram muita coisa, principalmente o Sr. Dr. Ricky. Espero que tenhas tido uma boa Páscoa.
De Secreta a 10 de Abril de 2007 às 10:51
Um auto-retrato nunca é fácil. Eu pessoalmente , não gosto de me "avaliar" ou "caracterizar" ...
Beijito :)

Comentar post

=
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

=

=

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

=

=< Consider me a satelite fo...

=< Libera-me

=< Hoje...

=< Complicações derivadas da...

=< Plenitude

=< Purgatório de passagem

=< A minha estrela

=< "Qualquer coisa, porque à...

=< Momentos, tempo e outras ...

=< "Duas Cabeças Pensam Melh...

=

=< Maio 2008

=< Fevereiro 2008

=< Janeiro 2008

=< Novembro 2007

=< Outubro 2007

=< Setembro 2007

=< Agosto 2007

=< Julho 2007

=< Junho 2007

=< Maio 2007

=< Abril 2007

=< Março 2007

=< Fevereiro 2007

=< Janeiro 2007

=< Dezembro 2006

=< Outubro 2006

=< Setembro 2006

=< Agosto 2006

=< Julho 2006

=< Junho 2006

=

=< todas as tags

=

=

=< participe neste blog

Visitas:

blogs SAPO

=